História oral, teoria e prática: entre projetos e entrevistas

Por Marcela Boni

Iniciar um novo ano é sempre momento sugestivo para pensar em projetos. Sejam eles pessoais ou profissionais, invariavelmente nos colocam novas ideias e como organizá-las para que se concretizem.

Foi pensando sobre o aspecto organizacional dos projetos que nos voltamos para a definição de história oral, que aponta:

História oral é um conjunto de procedimentos que se inicia com a elaboração de um projeto e que continua com o estabelecimento de um grupo de pessoas a serem entrevistadas. O projeto prevê: planejamento da condução das gravações com definição de locais, tempo de duração e demais fatores ambientais; transcrição e estabelecimento de textos; conferência do produto escrito; autorização para o uso; arquivamento e, sempre que possível, a publicação dos resultados que devem, em primeiro lugar, voltar ao grupo que gerou as entrevistas. (MEIHY & HOLANDA, 2007, p. 15).

Bright Idea

A popularização do uso do termo história oral frequentemente demanda esclarecimentos. Além disso, cabe ressaltar a importância do aumento de projetos de história oral colocados em prática por diferentes grupos, dentro ou fora do ambiente acadêmico. Importa ainda levantar a existência de abordagens distintas desta forma de produção de conhecimentos.

Dito isto, aqui gostaríamos de sublinhar a relevância da elaboração de um projeto para a prática de pesquisas em história oral. Sua preparação requer, antes da realização das tão esperadas entrevistas, capacitação teórica e metodológica, sem a qual as ações desenvolvidas carecem de sustentação e possivelmente não passem de gravações de histórias isoladas. Estas, se amontoarão ao já repleto universo de informações que se proliferam na contemporaneidade pelos variados meios de comunicação, com grande probabilidade de cair no esquecimento em pouco tempo.

Neste sentido, a escolha de um tema e a construção de um projeto de pesquisa de história oral torna necessário para além de uma apresentação dos propósitos, a elaboração de uma justificativa que dialogue com a produção existente sobre o assunto (e isto vale mesmo para trabalhos realizados fora da academia), conferindo consistência ao trabalho que se propõe realizar. A clareza de objetivos e a metodologia adotada complementam esta reflexão precedente ao trabalho de campo e permitem aos pesquisadores envolvidos uma base a partir da qual podem se orientar ao longo do processo da pesquisa.

Podemos afirmar o que foi repetido em tantas ocasiões, que história oral não é sinônimo de entrevista. Embora sejam as entrevistas o “coração” destes trabalhos e a fonte que permitirá diferentes desdobramentos analíticos ou mesmo artísticos.

O que fazer para não “meter os pés pelas mãos”? E se mesmo sem o projeto pronto surge a oportunidade de gravar uma entrevista? Aliás, como é realizada uma entrevista de história oral?

São estas indagações imprescindíveis e que serão melhor desenvolvidas em momento oportuno. Por agora, vale a pena colocar uma discussão a nosso ver bastante promissora. Pode um projeto começar pela entrevista?

Iniciamos a discussão com um “sim”. É possível que uma entrevista ofereça os elementos para a elaboração do projeto. Porém, pensamos ser esta alternativa também algo que deve ser explicitado no projeto e indicado como parte de uma escolha, quando for o caso, ou mesmo como situação não premeditada e inspiradora de reflexões que levaram à sistematização de um fazer que possui procedimentos específicos para sua prática.

Seja como for, é nesta elaboração prévia que se pode dar o primeiro passo quando se pretende realizar um trabalho de história oral, ainda que a flexibilidade seja inerente ao processo que se inicia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s